Praia do Pindobal - Alter do Chão - PA

A Praia do Pindobal fica a aproximadamente vinte minutos de carro do centro de Alter do Chão.
É possível ir de barco, mas também tem acesso de carro. Como nós acordamos tarde já não havia mais barcos no cais, então contratamos um carro para nos levar por R$ 130,00, para as três, chegamos lá por volta das 13hs, e estava bem cheio. Combinamos de nos pegas as 18 hs.

Essa praia é uma faixa grande de areia, com pequenas cabanas na beira do Rio Tapajós. Existem restaurantes na parte de trás, na chegada, que fazem o serviço de praia.
Aí você se instala em uma dessas cabanas, pede uma porção de pirarucu, um isopor com cerveja gelada e só curte. (sim, lá em todas as praias você pede cerveja e ela vem em um isopor com gelo, muito bom).

A paisagem é muito bonita e a água do rio quentinha, ideal para um dia de descanso tranquilo, uma pequena caminhada e um por do sol maravilhoso para fechar o passeio.

Vale a muito a pena conhecer essa praia, que além de ser muito bonitinha tem uma estrutura bacana para ir com amigos, famílias e crianças.











Passeios de Barco – Alter do Chão – PA


Passeios para Casa do Saulo:

A Casa do Saulo na verdade é um restaurante, de um chefe muito conceituado por lá, o Chef Saulo. Ele mora e tem um restaurante numa praia linda, de frente para o Rio Tapajós, como a casa fica no alto, a vista de lá é encantadora. O restaurante é bem aconchegante, e os pratos principais são a base de peixe.









Aliás peixe é o que não falta por lá, os mais comuns nos restaurantes são o Pirarucu, Tucunaré, Surubim e Filhote, todos deliciosos.

Fizemos esse passeio com o Jailson, filho do seu Siqueira, mas pode-se contratar qualquer barqueiro da ATUFA – Associação de Turismo Fluvial de Alter do Chão, que fica na beira do rio, perto da saída para Praia do Amor – Praça 7 de Setembro.

Neste mesmo passeio há algumas paradas, na ida paramos na praia de Ponta de Pedras, que como o nome mesmo diz, é uma praia com pedras na ponta. Lá tem estrutura com barracas e restaurantes, e dependendo do tempo de parada se consegue comer uma porção.

O Rio Tapajós é tão grande, tão grande, que às vezes agente até pensa que é mar, diz que tem trechos com mais de 20 quilômetros de extensão. As areias das praias são tão brancas, que também você acha que está na praia de mar. A única exceção é que ela é um pouco mais grossa.

De Ponta de Pedras fomos para o restaurante do Saulo, a vista de lá é simplesmente sensacional, e a comida espetacular, vale muito a experiência. Aqui ficamos cerca de duas horas para almoçar e contemplar a beleza da natureza.

Na volta paramos no Lago Negro, um lago lindo, cercado de vegetação e com águas quentes. Fiquei o tempo todo da parada dentro da água, pois é impossível sair daquela imensa banheira de águas mornas e peixes nos rondando.

A última parada foi na Ponta do Cururu para assistir o por do sol. Todos os passeios param por lá, então a areia fica bem cheia, mas nada que atrapalhe.
O pôr-do-sol daquele lugar é um dos mais lindos que já presenciei na vida, um espetáculo, aplaudido por todos no seu final.


De lá, mais ou menos 6:30hs da tarde se volta para a Vila, extasiada com o passeio e a beleza vista.

Na vila tome um sorvete de tapioca ou um suco de taperobá para refrescar e conhecer os sabores locais. E se tiver coragem coma um Tacacá nas barraquinhas da Praça 7 de Setembro, mas se prepare, pois o sabor é bem forte e o prato é quente. Tem gente que adora, mas eu provei e sinceramente não gostei. Nessas mesmas barraquinhas vende-se vatapá, que não provei, mas parecia bom, e doces regionais como recheio de cupuaçu e castanha do Pará, além dos chips de banana.

Ilha do Amor - Alter do Chão - PA

Nosso primeiro passeio foi ir conhecer a Ilha do Amor, ela fica em frente a praça central de Alter do Chão. Para chegar até lá é preciso atravessar numa jangada -R$ 5,00 a travessia por canoa e não por pessoa - paga ida e volta, portanto R$ 10,00.

Essa ilha tem esse nome porque diz que em fotos aéreas ela parece um coração.

A Ilha é uma faixa de areia entre o Rio Tapajós, nela há barracas de praia, que servem porções, refeições e bebidas.

Os preços, para nós paulistanos, até que são bem razoáveis. Pedimos uma Isca de Pirarucu - R$ 25,00 - que é bem gostosa, mas a porção não é muito grande.

Na ilha o legal é relaxar embaixo de um guarda sol a beira do Rio e quando esquentar muito entrar nas águas do Tapajós que são bem morninhas e gostosas.


Espaço Gastronômico - Borô - Alter do Chão - PA

A noite em Alter do Chão não tem muitas opções. Um espaço que está sempre aberto é o Espaço Gastronômico, mais conhecido pelos locais como Borô.

Lá, nas noites de festa, costuma ter duas bandas, uma com músicas locais, do norte e do nordeste, e outra com a música tradicional de Alter do Chão, o Carimbó.

O Carimbó é uma música regional que fala muito da cultura e do ambiente amazônico, ressaltando a natureza, os peixes, a alegria.

O Carimbó é dançado com aquelas saias rodadas, é muito bonito de ver. Mas o Carimbó é democrático e todos podem dançar, o que deixa a festa mais animada.

Lá no Borô os drinks são servidos em cuias retornáveis para preservar a natureza.

Vá um dia e se delicie com a cultura local! Vale a pena!

De vez em quando há apresentações de Carimbó na rua também, ou em frente ao Espaço Gastronômico ou na praça principal, em frente a Igreja.

Outra alternativa neste Reveillon era o Bar da Praia, onde estavam tendo festas organizadas pelo Vai Tapajós, mas esse foi um projeto especial que só funcionou na época de final de ano.




Hospedagem em Alter do Chão - PA

Fui para Alter do Chão no Reveillon, e com isso as hospedagens ficam mais caras e difíceis de conseguir. Havia uma festa organizada pela Vai Tapajós que já tinha reservado quase todas as pousadas.
Optamos então por reservar nossa hospedagem pelo Airbnb. Fizemos isso com bastante antecedência (maio 2018) e com isso foi possível dividir e estar pago até o momento da viagem. Aliás isso é uma super dica! Quem gosta de viajar deve se planejar e ir pagando a viagem toda antes da partida (voo e hospedagem) pois assim na data é só levar o dinheiro para curtir.

O apartamento escolhido foi esse: Apartamento na praia Alter do Chão. O dono é o George, uma pessoa muito bacana, educada e que deu todas as dicas locais.


O apartamento é dentro de um pequeno condomínio de três prédios, tem uma pequena piscina e dá em frente ao Rio Tapajós.

As acomodações são muito confortáveis, são três quartos, dois com camas de casal, um com duas camas de solteiro, sala, cozinha, três banheiros, varanda. Além de espaçoso o apartamento é bem equipado, com eletrodomésticos, ar condicionado e toda comodidade.
A única coisa que estranhei um pouco é que não tem chuveiro com água quente, e tomar banho gelado todos os dias para mim era um pouco difícil. 

A distância até o centrinho é de quinze minutos caminhando, tranquilo. A única parte ruim de andar é da entrada do condomínio até a rua principal, porque é uma subida de terra e está bem escura.


Mas eu gostei muito da acomodação e da simpatia do proprietário, e super indico essa hospedagem para quem estiver pensando em ir para Alter do Chão.






Voando de São Paulo à Alter do Chão

Neste ano fomos - eu, Flávia e Vilma, minhas melhores amigas, viajar para Alter do Chão no Pará para passarmos o Ano Novo.

Para ir para Alter do Chão é preciso voar até Santarém, e depois pegar um Transfer ou Taxi no aeroporto Você pode pegar ali mesmo ou já deixar combinado com algum motorista. Geralmente as pousadas indicam algum de confiança. Nós alugamos um apartamento em um condomínio pelo Airbnb e o proprietário ofereceu o seu transporte.

O trajeto dura aproximadamente 45 minutos e custa R$ 100,00.

Não existe voo direto de São Paulo à Santarém, portanto fizemos uma conexão em Brasília.

No total foram 5 horas de viagem voando Latam.


Sandringham

Fiquei na casa de uma amiga em Melbourne, no bairro Black Rock.
O lugar é muito tranquilo e parece um lugar de veraneio, mas na verdade é um bairro normal, a casa dela ficava a uns dois quarteirões da praia.
A primeira Praia que conhecemos foi Sandringham. Uma praia com areia fofa e mar tranquilo, apesar de extremamente gelado.